Como Comprar Passagens Baratas para a Copa do Mundo na Rússia – O Guia Completo

0
230

Como comprar passagens aéreas para assistir à Copa do Mundo na Rússia? Esta é a primeira pergunta que você deve ter em mente se estiver pensando em viajar para aproveitar este megaevento.

Quanto custa? Tem voo direto? A viagem demora muito? Tem como pagar mais barato do que andam dizendo por aí? É melhor eu fazer tudo por conta própria ou contratar uma agência de turismo para cuidar de tudo para mim?

Aeroporto Internacional Domodedovo em Moscou

A boa notícia é que o blog pesquisou e encontrou respostas para todas estas perguntas.

E vamos começar logo pela última: aconselhamos fortemente que você faça tudo por conta própria, não apenas a compra das passagens, mas também a reserva de hospedagem, a compra de ingressos, o planejamento dos passeios turísticos e até ter umas aulas de russo, para curtir mais ainda a viagem.

São duas questões interessantes envolvidas nessa dúvida. A primeira é que você pode aproveitar a viagem muito mais, se fizer o planejamento por si mesmo. Ao ler sobre as sedes, jogos, pontos turísticos, etc, é como se já estivesse viajando para aquele lugar.

E este blog serve exatamente para isso: dar todas as informações mais importantes tanto para os torcedores brasileiros que vão à Rússia quanto para os que vão acompanhar a Copa de casa.

A segunda questão é que você pode decidir o que quer gastar mais:

  • o seu tempo, planejando uma viagem exatamente com a sua cara e com o seu orçamento;
  • ou o seu dinheiro, terceirizando para uma agência decidir o que você vai ver, quando vai e volta, que passeios vai fazer, em que cama você vai dormir, que horas vai acordar, e tudo mais.

Eu, particularmente, prefiro cuidar de tudo sozinho, deixando o roteiro do jeito que eu gosto e, ainda por cima, economizar uma boa grana para investir naquilo realmente importa para mim.

A partir de agora, vamos focar nas duas principais opções que você tem para comprar passagens aéreas para a Rússia. Se quiser saber quanto custa toda a viagem para a Copa (ingressos, hospedagem, turismo, presentes…), clique aqui e leia este post.

Catedral de São Basílio. Um dos principais pontos turísticos de Moscou

Como pesquisar e comprar passagens para a Rússia

A primeira forma, e mais tradicional, de comprar passagens aéreas é com dinheiro (ou cartão de crédito). Basicamente, você acessa um site de pesquisas de voos, coloca a cidade de onde pretende sair, a cidade de destino, a data de partida e a data de retorno.

Não há voos diretos do Brasil para a Rússia. No caminho, haverá, pelo menos, uma escala. A parada pode ser em qualquer país da Europa ou, até mesmo, no Estados Unidos, dependendo da companhia aérea.

A duração da viagem também dependerá do número de horas da(s) escala(s), variando de 16 horas até mais de 30 horas.

Eu recomendo que você use os sites de pesquisa, como Decolar.com, Viajanet, Kayak, entre outros, apenas para pesquisar o valor das passagens e decidir o seu voo preferido.

Para efetuar comprar, a melhor opção é acessar o site da companhia aérea da sua preferência e concluir o processo lá mesmo. Isso porque geralmente, os portais de pesquisa de passagens cobram uma taxa extra para mantê-los funcionando (e é justo!).

Se você comprar no site da própria companhia, já terá este gasto a menos. E hoje, os sites da maioria das empresas internacionais de aviação possuem versão em português, tornando todo o processo mais fácil.

Obs.: Em alguns raros casos, o preço do site de pesquisa, mesmo com as taxas, será menor do que o preço mostrado no site da companhia aérea. Se acontecer isso nas suas pesquisas, compre onde o preço da passagem for menor.

Resultados da nossa pesquisa

Fizemos uma pesquisa no site Viajanet com três opções de datas para viagem. Uma para quem pretende assistir à Copa do Mundo inteira, a segunda para quem quer assistir aos jogos da primeira fase, e a última para quem quer assistir das oitavas de final em diante.

Todas as simulações incluem voos saindo do Aeroporto Internacional de São Paulo (Guarulhos) e chegando na capital da Rússia, Moscou. Você pode fazer sua própria simulação saindo do aeroporto internacional mais próximo da sua casa ou da capital do seu Estado.

Abaixo os resultados para a simulação da Copa do Mundo inteira – saindo de São Paulo no dia 12/06/2018, para chegar a tempo de ver a abertura, e retornando no dia 16/07/2018, um dia depois da final.

Simulação de preços de passagens para a Copa do Mundo saindo de São Paulo

Agora, os preços para quem vai assistir à primeira fase da Copa do Mundo – saindo de São Paulo no dia 12/06/2018 e retornando no dia 29/06/2018.

 

Preço das passagens de São Paulo a Moscou para a primeira fase da Copa

E, por fim, a simulação de valores para quem pretende ir aos jogos da fase eliminatória da Copa do Mundo, a partir das oitavas de final – saindo de São Paulo no dia 29/06/2018 e retornando no dia 16/07/2018.

Valor das passagens para a fase final da Copa do Mundo

Esta é a opção de compra de passagem que será mais usada entre os brasileiros que pretendem ir à Rússia.

O principal cuidado a ser tomado é fazer a pesquisa em diferentes sites, tanto o buscador geral de passagens quanto o próprio site da companhia aérea.

Mas, além desta forma tradicional de compra de passagens aéreas, é possível ir à Copa do Mundo pagando consideravelmente menos do que os valores mostrados acima.

Como comprar passagens para a Rússia usando milhas aéreas

A partir de agora, passaremos a estratégias práticas para comprar passagens de ida e volta com milhas aéreas, o que pode baratear bastante o

Comprar passagens com milhas pode custar bem mais barato

custo final da sua viagem. Os programas de milhas das companhias aéreas permitem que você acumule pontos que podem ser trocados por passagens aéreas ou outros produtos.

A principal forma de arrecadar milhas aéreas é a partir de compras no seu cartão de crédito. Você acumula pontos no seu cartão, transfere para o programa de milhagem de sua preferência e depois os utiliza como achar melhor.

Também há outras formas de acumular milhas e citaremos algumas delas ao longo deste post. Sem dúvida, a grande vantagem destes programas é poder trocar os pontos por passagens aéreas e viajar de graça (ou muito mais barato do que de outras formas).

Existem dezenas de programas de milhas existentes no mundo. No Brasil, se destacam dois: o Smiles, da companhia aérea Gol, e o Multiplus, que permite troca de pontos por passagens na LATAM.

Nos dois programas, você precisa se cadastrar e enviar milhas acumuladas no cartão de crédito (ou de outras formas) para trocar por passagens aéreas. Em alguns momentos do ano, surgem promoções e os programas oferecem milhas bônus para quem transfere pontos do cartão.

Os avisos destas promoções são feitos regularmente nos sites das empresas e também por e-mail marketing.

Smiles e Multiplus

Para comprar passagens aéreas pelo programa Smiles, primeiro, é necessário se cadastrar no programa por este link.

Caso você já seja cadastrado, basta acessar o site do programa Smiles, pesquisar as passagens de acordo com as datas pretendidas para a viagem e seguir as indicações que o próprio site dá para concluir a compra.

Nas pesquisas feitas, para o período da Copa do Mundo, era comum não haver disponibilidade de voos entre o Brasil e a Rússia. Nas raras vezes, em que encontramos voos disponíveis, os preços estavam muito altos.

Por este motivo, não recomendamos este programa para ir à Copa do Mundo, ainda que seja possível (com uma boa dose de sorte) conseguir passagens baratas por ele.

Quanto ao Multiplus, o procedimento é muito parecido com o outro concorrente nacional. Se você já for cadastrado, basta fazer as pesquisas com o destino desejado e as datas previstas para as viagens.

Mais uma vez, encontramos pouca disponibilidade de voos entre o Brasil e a Rússia no período da Copa do Mundo. Nos poucos dias com vagas disponíveis, os valores em milhas não compensavam o esforço empenhado para acumulá-las.

Assim, também não iremos focar em emissão de passagens por este programa. Porém, é importante que você saiba que existe a possibilidade (considerada pequena, por este blog) de encontrar boas ofertas para a Copa do Mundo via Multiplus.

A melhor opção é portuguesa 

Entre os cenários analisados, o modo mais barato encontrado por este blog de emitir passagens aéreas para a Copa do Mundo da Rússia em 2018 é comprar os bilhetes usando milhas na companhia aérea TAP, de Portugal.

Em primeiro lugar, você deve se cadastrar gratuitamente no programa da TAP, chamado TAP Victoria, antes de transferir os seus pontos do cartão de crédito.

Se você for e voltar com voos puros da TAP, a passagem de ida e volta custará 80 mil milhas, um preço praticamente impossível de se conseguir em companhias aéreas brasileiras. (América do Sul para Europa e vice-versa)

Ida e volta em voos puros da TAP custam 80 mil milhas

Se o voo de ida ou de volta (ou até mesmo os 2) for feito por uma companhia parceira da TAP (membro da Star Alliance), os bilhetes de ida e volta saem por 90 mil milhas. (Europa para América do Sul e vice-versa)

Isso mesmo! Os valores são muito bons, em se tratando de viagens para a Europa.

Ida e volta em companhias parceiras da TAP saem por 90 mil milhas

Ao invés de se esforçar para acumular até centenas de milhares de milhas nos programas de milhagem nacionais para conseguir trocar por um simples voo à Rússia, que tal chegar ao mesmo objetivo pagando bem menos?

Isso é possível pelo fato de o programa de milhas TAP Victoria ter uma tabela fixa de resgates. Na prática, isso quer dizer que se você comprar uma passagem para voar amanhã ou para daqui a um ano o preço, em milhas, será o mesmo.

Assim, podemos saber exatamente quanto custará a passagem, mesmo que você não compre agora. O preço não mudará amanhã.

Mas como acumular milhas na TAP morando no Brasil?

Você pode transferir pontos acumulados no seu cartão de crédito nas seguintes instituições: Banco do Brasil, Banco Pan, Caixa, Bradesco, Itaú e Porto Seguro Cartões.

Em quase todos os casos, 1 ponto do cartão valerá 1 milha na troca. As exceções são os cartões Itaucard e Itaú Personalitté, onde 1,25 pontos valem 1 milha, e o cartão Pan internacional, onde 2,5 pontos valem 1 milha.

 

O programa TAP Victoria é a opção mais barata para comprar passagens aéreas para a Copa do Mundo

E se eu não tiver 80 (ou 90) mil pontos no cartão? 

Para responder a esta pergunta chegamos à estratégia mais avançada deste post.

Eis a fórmula simples de aplicar que comprovará a superioridade da compra de passagens por milhas na comparação com a “compra comum”, que é usada pela imensa maioria das pessoas que viajam – e que foi apresentada no início deste texto.

A tática, que eu mesmo usei para comprar as minhas passagens à Rússia, consiste em participar de clubes de milhas para acumular a pontuação necessária, gastando um valor total muito inferior aos R$ 5 mil ou R$ 6 mil que eu mostrei antes.

Para ser mais preciso, quem seguir o passo-a-passo que eu vou mostrar nas próximas linhas gastará, na pior das hipóteses, R$ 3.249,50, divididos em 5 parcelas de R$ 649,90 (mais as taxas de embarque), para ir e voltar da Rússia na Copa do Mundo de 2018.

Mas como isso é possível?

O Banco do Brasil e o Bradesco criaram a Livelo, uma empresa para facilitar o acúmulo e o resgate de pontos dos cartões de crédito dos clientes dos dois bancos.

A Livelo, por sua vez, entrou no mercado de clubes de milhas (com o Clube Livelo), onde o cliente paga uma mensalidade e recebe um determinado número de milhas para usar como quiser.

Como grande vantagem em relação aos concorrentes, o Clube Livelo não está atrelado a nenhuma companhia aérea. Ou seja, você pode transferir os pontos que acumular para a empresa que quiser (e que seja parceira do clube).

A TAP é uma das empresas parceiras!

Outra vantagem importante é que, apesar de ser uma empresa criada originalmente pelo Banco do Brasil e pelo Bradesco, não é necessário ser cliente destes bancos para ser assinante do Clube Livelo.

O Clube Livelo tem hoje quatro planos de assinatura disponíveis. Pela proximidade da Copa do Mundo de 2018, somente um deles nos interessa neste post: o Clube 20.000.

 

Clube Livelo 20 mil é o segredo para comprar passagens baratas para a Rússia

Neste plano, você paga R$ 649,90 por mês e acumula 20 mil pontos todo mês.

Assim, ao final de cinco meses, você terá gastado R$ 3.249,50 em mensalidades e terá a sua disposição 100 mil pontos.

Esse total representa 10 mil pontos a mais do que o necessário para emitir uma passagem de ida e volta entre a América do Sul e a Europa por qualquer uma das companhias aéreas parceiras da TAP, ou seja, a viagem entre o Brasil e a Rússia estará garantida.

Se você conseguir voos puros com a TAP na ida e na volta, melhor ainda. Sobrarão 20 mil pontos na sua conta para a próxima viagem.

Lembrando que a assinatura do Clube Livelo pode ser cancelada ou modificada a qualquer momento, sem multas.

E se eu já tiver milhas no cartão?

Nesse caso é mais fácil ainda. A estratégia anterior é para completar as milhas necessárias para emitir as passagens e assistir à Copa do Mundo em 2018 na Rússia.

Se você já tiver 10 mil pontos acumulados no seu cartão de crédito, por exemplo, você só precisaria de 80 mil no Clube Livelo, ou seja, 4 meses de assinatura. Se tiver 30 mil pontos no cartão, precisa de 60 mil no Clube Livelo, e assim por diante.

Independente da forma de acúmulo, seja cartão de crédito, Clube Livelo ou os dois, agora o próximo passo é transferir os pontos para a TAP Victoria e emitir suas passagens, que custarão muito menos do que pelos métodos tradicionais.

É tudo tão fácil assim? 

Para acumular milhas aéreas, é sim. Os passos apresentados neste texto são suficientes para você ter a pontuação necessária para ir à Copa do Mundo de 2018.

Agora, vamos falar sobre o resgate, ou seja, a compra da passagem.

A única forma de comprar passagens aéreas com milhas pela TAP é pelo call center da empresa.

O número é o seguinte: 0800 025 8638. Ligação gratuita.

O atendimento é 24h de segunda a domingo. Os atendentes falam em português, mas com o sotaque de Portugal.

Na maioria das vezes, o atendimento é bom, mas às vezes, o mau humor português pode aparecer. Inclusive, já me disseram “educadamente” para não ligar mais naquele dia porque a passagem que eu queria não estava disponível.

Se não der sorte, apenas desligue e ligue de novo.

Às vezes, os atendentes dirão que não há disponibilidade para as datas e para o destino que você deseja. Eu sugiro três atitudes para você:

  • Atitude #1: Seja flexível. Se precisar adiar ou antecipar a sua viagem em um dia, por exemplo, esteja preparado. Pela economia de valores que apresentamos até aqui, vale muito a pena.
  • Atitude #2: Saiba a disponibilidade de voos antes de ligar. Acesse este tutorial do blog Passageiro de Primeira com um passo-a-passo simples para saber de antemão quais os dias e voos disponíveis para resgatar com milhas nas companhas da Star Alliance.
  • Atitude #3: Se você já fez a pesquisa anterior, sabe que o voo está disponível e, mesmo assim, o atendente diz que não está, simplesmente desligue e ligue de novo. É provável que você seja atendido por outro profissional mais preparado.

Não esqueça: para concluir a compra, tenha em mãos um cartão de crédito, habilitado para compras no exterior, para pagar as taxas de embarque e o seu passaporte. As informações do voo serão enviadas para o seu e-mail.

Conclusão

Então, gostou das dicas para comprar Passagens Aéreas mais baratas para a Copa do Mundo de 2018.

Se você ainda tem alguma dúvida, deixe um comentário aqui abaixo. Responderemos a todos.

Fique à vontade para compartilhar este texto com os seus amigos nas redes sociais. Possivelmente, alguém que você conhece precisa das informações que estão aqui.

 

COMPARTILHAR
Próximo artigoQuanto custa viajar para a Copa do Mundo?
Meu nome é Tiago Medeiros, sou jornalista, locutor de rádio e, agora, também blogueiro. Nascido em Santa Maria-RS, moro em Brasília-DF desde 2011. Sou apaixonado por futebol, basquete e esportes em geral. Depois de viver intensamente uma edição da Copa do Mundo de futebol e dos Jogos Olímpicos no Brasil, vi que os estrangeiros eram os que mais se divertiam. Então, criei coragem para atravessar o mundo e acompanhar estes eventos fora do país. Durante o planejamento para esta jornada, me dei conta de que outros brasileiros também gostariam de fazer o mesmo e precisavam de informações detalhadas que os ajudassem. Para isso, surgiu o BlogTiagoMedeiros.com. Espero poder ajudar os aficionados por esporte com os nossos posts. Se tiver qualquer dúvida, já sabe. Envie por e-mail, nos comentários dos posts ou pelas redes sociais. Assim que eu vejo, respondo a todos.